Image
Tó Trips

Co-fundador de marcos da recente música nacional, como os Lulu Blind ou os

Dead Combo, Tó Trips lançou em 2009 o seu primeiro álbum a solo, Guitarra 66

efusivamente recebido pela crítica. Lindo registo de música crua, aberta,

generosa, de espírito nomádico, encaixa as pistas e materializações que Trips

nos lançava com os Dead Combo. Guitarrista do melancólico e do luminoso,

transforma em som um homem que é profundamente português, fascinado pelas

viagens - reais, internas, imaginárias e impossíveis. Regressou, na Primavera de

2015 com Guitarra Makaka – Danças a um Deus Desconhecido, um registo onde

volta a derreter fronteiras e a provar a liberdade da fórmula.

Image
Image
Unsafe Space Garden

Os Unsafe Space Garden nasceram na Penha, a serra que acarinha a cidade

de Guimarães, e cantam o musgo e o absurdo. Isto porque o caminho pelas

Penhas do mundo faz-se sempre às gargalhadas: a arma neutralizadora de

todos os males. Vozes, cores, teatralidade são os três eixos a partir de onde se ergue a música deste trio e o caminho que firmaram com três discos já editados:

Bubble Burst, Guilty Measures e, o mais recente, Bro, You Got Something In

Your Eye.

Image
Clementine

Clementine apareceu em meados de  2015 quando Shelley Barradas (a.k.a.

Frankie Wolf) e Helena Fagundes (a.k.a. Lena Huracán), que participaram juntas

em projetos musicais como Vaiapraia e as Rainhas do Baile ou The Dirty Coal

Train, decidiram materializar as ideias sonoras que iam desenvolvendo em

paralelo. Depois de um hiato de um par de anos, o duo virou power trio, com a

chegada do baixista Chris Bernardes e, daí, nasce Motorhome, disco com 7

músicas inéditas e uma versão remix de Absolute Demolition.

Image
Image
Image
Image
Image
Image
logo
Please provide a valid video URL
Please provide a valid video URL
Please provide a valid video URL